Papo de Rua NEWS!!!!Torre de 14 metros torna-se maior painel da baixada santista…. #graffititurístico

A torre de 14 metros de altura localizada no Parque Municipal Roberto Mário Santini, em Santos, no litoral de São Paulo, em breve será o maior mural de grafitte da Baixada Santista. É que sete artistas da região se juntaram para realizar o projeto “Mural da Torre”, que visa difundir a cultura e a arte de rua entre os moradores e turistas que visitam o local. Fonte: G1 – http://migre.me/ba7US

 

Anúncios

Water Graffite… Painel de Led vira mural de graffite a base d’água na França!!!

Uma nova parede para a arte urbana. Um projeto do artista Antonin Fourneau na Digitalart Artlab em Paris, chamado “Water Light Grafitti”, tem chamado a atenção de muita gente que passa pelas ruas de Poitiers.

Trata-se de uma matriz gigante de LEDs embutidos em um painel sensível a humidade que, quando exposto à água faz com que ative a iluminação dos LEDs instantaneamente. O engraçado é que quase tudo se torna um “pincel” para o painel: uma pistola de água, mãos molhadas, uma esponja ou até mesmo um atomizador! Confira aqui algumas imagens e um vídeo mostrando a construção do painel e sua exposição:

 

 

Fonte: urbanfor.com

Papo de Domingo: O amor está nos muros!!! #lovecrew

Neste fim de semana, marcamos o rolê com a a artista Ladys, que conseguiu um muro  para grafitagem numa casa na Vila Progresso. Porem quando cheguei lá me deparei com uma cena no mínimo curiosa: pelo menos dois casais de namorados pintavam juntos na intervenção. Perguntei a eles o que o graffite tinha a ver com isso? A resposta foi: tudo!

O primeiro casal Lady’s e ResaUm conheceram-se através de uma comunidade de graffite na internet, começaram trocar idéias curtir os trabalhos um do outro,  depois de se conheceram pessoalmente e se apaixonaram.

O segundo Casal Damas e JNS  se encontraram  no primeiro rolê que fizeram. O curioso é que era o primeiro rolê de graffitagem dela e dele também. Desde então foram se aproximando e hoje estão juntos.

Aproveitando a deixa, o artista Gnomo que também pintava no local lembrou-se de que, ele também conhecera sua esposa fazendo rolês na rua, ela era dançarina de street dance,  totalmente ligada a arte urbana.

Portanto nossa conclusão é a seguinte: que realmente, apesar da teoria física de que positivo e negativo se atraem, na vida não é bem assim. Os semelhantes é que se atraem. Quem gosta da rua cola com quem também curte a rua.  E você que esta lendo este artigo agora,  perceba: seu amor pode estar bem  mais perto do que você imagina!!! Valeu papeiros e papeiras de rua.  Semana que vem a gente apronta mais .

Este slideshow necessita de JavaScript.

Papo de Domingo da Orla….Stencil e grafite!!!

No Papo de Domingo de hoje combinamos o rolê com a crew DAMAS que lançou o desafio   de colocar em prática o stencil infinito na Orla Morena. Porém a já intitulada “engenhoca” pra fazer isso teve alguns problemas e ficou a promessa da gente colocar pra funcionar num outro dia. Sem se abater com isso, elas fizeram uma sessão com stencils em homenagem ao Papo de Rua, o que abrilhantou nossa tarde juntamente com o grafite dos artistas SAN e BTN, que já faziam um rolê no local no momento em que chegamos, acrescentando um “bônus art” pro artigo.  Só agradece rapaziada.

Valeu DAMAS vida longa pra vocês!!!…A homenagem com o stencil que vocês fizeram para o  Papo de Rua vai para a capa do blog e do face neste mês…Papo de Rua Agradece! Confiram as fotos dessa tarde da orla, ops da hora!!!

Este slideshow necessita de JavaScript.

por @guifreizan – @Papo_de_Rua

Gostou? Faz alguma arte da rua? Quer participar do Papo de domingo? Então entre em contato com a gente através das redes sociais ou por e-mail contato.papoderua@gmail.com. Manifestações em todas as modalidades são válidas arte, dança, música, skate ta tudo junto e misturado aqui…..

Fashion Art Street movimenta moda e cultura urbana na capital morena pantaneira

Rolou hoje no Centro popular comercial mais conhecido como  “Camelódromo“de Campo Grande/MS, o evento Fashion Art Street que reuniu moda e cultura de rua, com com um desfile e apresentações de street dance, break e intervenções em grafite. O evento dá inicio as comemorações de 113 anos da cidade morena que acontecem em vários pontos da cidade até o final do mês. No desfile de moda foram apresentadas peças masculinas e femininas que são vendidas no próprio camelódromo, o bom e velho estilo “street“, que cada vez mais  veste e influencia jovens pelo mundo todo. Vários artistas estavam presentes e a galera do grafite e das arte visuais, apesar de não haver parede para live paints no local, mostraram impressionantes painéis que instigam ainda mais nossos sentidos e esforços para buscar espaços voltados a arte e cultura de rua. Confira as fotos.

———Grafitagem /Artes Plásticas——–

Muriel Curumex

Legais esse móbiles 

Deko

Giu Beto

Gnomo

Guto Naveira

Hugo e Liu

Marreco e Saravá

ResaUm

João Tatoo – Tox – Agata

Ladys RezaUm

Thom e Toshio

por @guifreizan para @Papo_de_Rua

Fotos do desfile: RBVNews

Estilo Raio X: Shock-1 arte Censurada na China

Se você acompanhar o trabalho do artista britânico Shok-1 , você provavelmente irá reconhecer suas obras inspiradas em radiografias. É como processar uma máquina de Raio X na parede. Em trabalho na China o artista teve problemas e algumas de suas obras foram censuradas pelo governo. Confira o trabalho e  os depoimentos que deu em entrevista:

“Eu vim para a China duas vezes. A primeira vez foi muito bem. Na segunda vez, tudo foi uma loucura. Não tínhamos idéia do que estava acontecendo.Era totalmente diferente lá. É como pousar em Marte. Foi um projeto grande com artistas ocidentais pintando em público na China. ”

Obra censurada pelo governo Chinês

Shock, um trabalho que tem resistido a uma censura chinesa:

“Chamo a corda em forma de coração há 10 anos. Algum tempo atrás, ser um artista era algo importante, agora todo mundo tem sua própria definição. Algumas pessoas têm significados diferentes em momentos diferentes. Tudo isto parece depender do contexto. Um dia, uma mulher um tanto lasciva me perguntou se minha corda era uma referência à escravidão”

“Você não se parece com qualquer outra cidade. Observamos todas as superfícies como superfícies a pintar, cada faixa é roubada como um convite para realizações infinitas. “

“Decidi explorar o conceito de raio-X Este é um território virgem para explorar. É difícil, arriscado e que não tolera qualquer erro. “

“O conceito de X-ray é uma combinação de ciência e magia. “

Fonte: All City Blog

Para ver a entrevista em inglês na íntegra acesse: http://livefastmag.com/2012/07/interview-series-shok-1/

Arte Urbana: Grafite é atração turística!!!

Hoje, por várias cidades e centros urbanos do mundo, nota-se a presença expressiva de intervenções em grafite. É claro que em metrópoles como Nova York, Los Angeles, Paris, São Paulo, Madrid e Berlim as pinturas aparecem em maiores quantidades, mas há de se reconhecer que esse movimento de arte urbana disseminou-se e continua crescente no mundo todo, inclusive em aglomerados urbanos menores.  A facilidade com que a internet dispõe desse tipo de conteúdo e a nova tendencia social de compartilhamento de imagens através das tecnologias mobile, está formando cada vez mais público para o grafite, bem como ocasionando os intercâmbios culturais entre artistas classe.

Em Berlim na Alemanha por exemplo, alguns pedaços que sobraram do famoso “Muro de Berlim” , que dividia o país nas partes ocidental e oriental até 1989, tornaram-se galerias de arte a céu aberto como a East Side Gallery com 1.3km, além de ponto turístico obrigatório da cidade. Em São Paulo intervenções no minhocão ano passado uniram vários artistas em prol de uma cidade mais colorida. Não só o fato do muro e o minhocão serem históricos mas o fato de a arte aleatória e muitas vezes anônima estar presente nas suas extensões é que nos incita a indagar nossos governantes, industriais, empresários e a iniciativa privada do porque não realizar ações voltadas a esse público, o turista.  São oportunidades de interação que diverte as pessoas e além de tudo pode se tornar peça publicitária. É possível unir boa vontade, arte e planejamento para transformar a arte urbana em trabalho sério e fazer com que meros grafiteiros tornem-se artistas e que possam trabalhar e viver da sua própria arte. As cidades precisam  pensar nisso: terem espaços para grafites turísticos.

Confira algumas imagens da East Side Gallery em Berlim:

É um ponto turístico de grafite

Fonte: CI Central de Intercâmbios.

Pelo Mundo – Arte Urbana é tendencia em Metrópoles- Kiew/UCRÂNIA

Semana passada vimos aqui no Brasil, em São Paulo, vários painéis de grafites enormes que foram manchete e tendencia, mais isso não esta ocorrendo só por aqui. Dois artistas ucranianos AEC & WAONE criaram o projeto “Interesni Kazk “que significa “Conto de fadas“. São intervenções de grafite gigantescas que foram elaboradas pelos muros e prédios da cidade com personagens lúdicos e cores vibrantes. É cada vez mais comum em grandes metrópoles e centos regionais urbanos intervenções artísticas ligadas a arte de rua. Os próprios governantes e a iniciativa privada querem um colorido a mais na sua cidade uma tendencia que timidamente vem se repetindo em lugares menores ou com culturas extremamente opostas e rurais. Confira as fotos dessa maravilhosa arte que embelezou as ruas de Kiew.

e só pra ter uma noção do tamanho…

Belissimo trabalho!!

Fonte: Criatives

Arquitetura e Design de Rua – The Hive

Influenciados pelo Hip  Hop, o pessoal da ITN architecs desenvolveu o projeto The Hive, um  apartamento com muito mais do que apenas design criativo. É a mistura da cultura urbana e  grafitti em forma arquitetônica  predial.

Desenvolvido em Melbourne na Austrália pelo arquiteto Zvi Belling  em parceria com o renomado artista de rua Prowla, da Rock Da City graffiti crew, o projeto não é só de intervenções externas, mas também internas! Aplicações em relevo nas paredes, tudo bem geométrico com amplos espaços, que vão muito além tradicionais modelos de design de interiores. Além de criativo e estiloso é totalmente inusitado e contemporâneo. Confira:

Fonte: ITN architecs e UnderClothingCO

Bansky e o apavoro em Londres

O artista conhecido por suas intervenções anônimas desafia a policia londrina com intervenções criticas onde mostra um atleta lançando um míssil ao invés de um dardo e outro,  um saltador com vara passando por cima de uma cerca. Confira

 

 

Lembrando que está expressamente proibido intervenções de grafitti em Londres durante as olimpíadas. Só lamento Rainha….

Fonte: Blue Bus